Romeu Imortal - Stacey Jay

14:45


SINOPSE: 

Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.



Entro atrás dela. Sei que nada que ela me mostre poderá mudar meu destino  ou nos dar o final do livro que minha adorável garota de conto de fadas está procurando, mas, mesmo assim... Algo está mudando dentro de mim.

Romeu Imortal é uma surpresa em tanto. Achei, no primeiro momento, que seria uma continuação para a história do primeiro livro “Julieta Imortal” (leia resenha aqui no blog), quando na verdade é uma explicação sobre o que aconteceu no final do primeiro livro, pois realmente ficou em aberto e um tanto confuso a parte em que Julieta e Bem aparecem em Verona no ano de 1304 para terem uma chance de viver seu amor. Contudo nesse livro os assuntos ficam, finalmente, esclarecidos e com um ponto final. Não que eu acredite que todos os assuntos foram encerrados, pois ficou um gostinho de quero mais como toda boa história.

Tudo que eu tenho pra falar desse livro são enormes spoilers, portanto vou me ater aos detalhes que gostei de encontrar. O Romance lindo entre Romeu e Ariel, a forma como ele a vê é tão doce e... Incrível. Ele parece tão inocente quanto ela, o amor o redime de uma forma tão bonita, senti-me apaixonada junto com ele. Envolvi-me de tal forma com a história que cheguei a suspirar lendo as passagens que Romeu descrevia seus sentimentos. Ele é mesmo um ladrão de corações, pois roubou até mesmo o meu.

Outra coisa legal é que a autora evita conversas banais entre os personagens, como papos em carro, ela apenas diz o que aconteceu resumidamente e pula para algo mais importante, isso me manteve com os olhos grudados no livro durante duas tardes até que eu terminei. Não há nada mais chato do que um livro com detalhes que não acrescentam em nada a experiência da leitura.

E uma coisa que me deixou bastante satisfeita foi a divisão do livro. Três personagens têm voz, Romeu, Ariel e Julieta. Todos tem sua chance de falar, temos três versões da história para ajudar a compreender tudo que acontece. Cada um com sua personalidade, seus sentimentos e forma de interpretar o que se passa. Isso é no mínimo interessante.

Enfim, enfim...

O livro começa com a visão de Romeu sobre a morte de Julieta, e logo temos ele jogado no canto no escuro com o espectro de sua alma, infeliz e sem esperanças. Assim como termina o livro 1. E logo a Enfermeira de Julieta lhe oferece uma segunda chance, o oferecendo a vida de Embaixador se ele conseguir ensinar para Ariel o amor de forma que ela jamais esqueça.

Romeu não tem mesmo escolha, afinal viver para sempre como um espectro putrefeito de sua alma ou ter a chance de viver no esquecimento descansando até que a causa precise de sua ajuda? Bem óbvio. Mas o que ele não contava era que apaixonar Ariel não era a parte mais difícil. Não se apaixonar por ela seria. E tudo isso em três dias apenas. Sua corrida para contar as mentiras certas e fazer de Ariel uma menina forte, feliz e apaixona o redimem. Mais ainda, o tornam o protetor de Ariel. Romeu até recusa o seu maior premio que é virar um embaixador para ficar ao lado de Ariel. Mas isso não é permitido, pois ela é muito perigosa, o mundo todo pode sofrer pela escolha de Romeu.

A trama é enrolada ao redor de Ariel e sua maldade nata. Ela tem um turbilhão de sentimentos negativos a cerca de tudo que vê. E segurar seus instintos assassinos é muito importante, pois cada vez que ela deixa a raiva sair o mal se aproxima dela. E esse mal pode usá-la para desequilibrar a balança que mantém o mundo a salvo.

Nessa guerra entre bem e mal estão os Embaixadores e os Mercenários lutando para ter Ariel para si ou matá-la. Será Romeu a protegê-la a custa de sua própria vida, ou sobre vida.

You Might Also Like

3 comentários

  1. Adorei a resenha. Eu também achava que era uma continuação de Julieta Imortal, por isso to adiando, mas, vou lê-lo em breve, parece mais interessante do que o primeiro. E ah, saber que Ariel não presta... nossa, ta valendo ouro esse livro, to cansando de protagonistas chatas e sensíveis.

    ResponderExcluir
  2. Oie, tem selinho lá no Blog para você.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/2012/12/enfim-shakespeare-escreve-um-diario-meme.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. A divisão do livro também me deixou satisfeita, acho que se não fosse dessa forma não teria sido tão bom haha'
    Eu fiquei surpresa com a forma que a autora fechou a história, que os dois iriam ficar juntos era óbvio, mas não da forma como foi haha'

    Beijos
    Geê - almaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images