A Casa das Orquídeas - Lucinda Riley

15:00



SINOPSE: Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações. Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park... E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.

Dizem, em Sião, que quando um homem se apaixona por uma mulher profunda, louca e irremediavelmente, ele é capaz de fazer qualquer coisa para mantê-la ao seu lado, agradá-la, fazê-la feliz e valorizá-la. 


Tudo bem, estou muito – muiiiiiiiiito – relaxado com o blog!, mas vamos deixar a conversa de fora por que estou aqui começando a sanar as minhas dividas!

Bem, o livro da vez é A Casa das Orquídeas e eu não sei bem por onde começar e perdoe-me se eu não conseguir expressar tudo direitinho, okay?

A Casa das Orquídeas conta a historia de Julia Forrester, uma pianista famosa que após perder o marido e seu único filho em um trágico acidente de carro, resolve morar por um tempo em um úmido chalé no interior da Inglaterra, com o objetivo de afastar tudo que a faça lembrar-se deles.

É nesse meio tempo que Julia se reencontra com lorde Christopher Crawford – ou melhor, Kit -, um "amigo" de infância. Kit é o atual proprietário Wharton Park, uma propriedade em ruínas que ele acabou herdando de sua família e como ele não tem o dinheiro para a reforma, acaba que colocando a propriedade a venda.

Então Kit, repentinamente encontra um antigo diário que parece pertencer ao avô de Julia – Bill, o antigo jardineiro de Wharton Park – e que tem como plano de fundo a Segunda Guerra Mundial. Obcecada em descobrir mais sobre o diário, Julia resolve procurar sua avó e descobrir toda a verdade sobre Wharton Park e seus antigos proprietários.

É ai que entramos na vida de Harry, Olivia e os restantes dos pertencentes a propriedade, desde antes da Segunda Guerra Mundial, ao seu fim – que tem sua narrativa oscilando ente a Inglaterra e Tailândia.

Particularmente adorei o livro e fiquei meio que em duvida se preferia o romance da Julia com o Kit ou da Olivia com o Harry! A narrativa da autora é bem simples – as vezes sem detalhes algum, mas que cumpre perfeitamente tudo o que ela queria passar para o leitor.

O livro é basicamente, metade Kit e Julia e a outra metade Harry e Olivia – quem já leu O Morro dos Ventos Uivantes sabe perfeitamente o que to falando. Adorei a Júlia, apesar de algumas coisas, que para mim soou bem irritantes, mas no fim no fim ela é uma mulher forte que supera a cada dia a sua perda, o que acaba sendo muito parecida com a Olivia – mulheres totalmente decididas. Já o Harry, pufft, no início ele até aprece promissor, mas acaba se transformando numa pessoa fraca e que não sabe o que quer.  E só pra não dizer que não falei de flores, Kit é aquele tipo de homem todo certinho, típico padrão que as mulheres esperam.

Pronto, é isso! Leiam A Casa das Orquídeas e descubram que essa historia vai muito mais além do que você possa imaginar, afinal o que não falta são traições, indicações, segredos e ah, muito romance!

Ah, a capa é belíssima, tradução e revisão impecável, não tem nem o que reclamar! Mais uma vez a Novo Conceito nos presenteia com um ótimo romance!

Adquira A Casa das Orquídeas na livraria Cultura ou Saraiva!

E é isso!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Parabéns pela resenha Matheus! Estou ansiosa para ler A Casa das Orquídeas! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Não estou nem um pouco ansiosa pra ler esse livro... Nem depois de ler a sua resenha :s
    Ele é tão grande e tem um enredo tão chatinho pra mim, que atpe desanima :/

    Beijos
    Geê - almaleitora.blogspot.cm

    ResponderExcluir
  3. Parece muito bom, apesar da água com açúcar. Um romance bem levinho pra aliviar a tensão do Clube das mulheres contra o crime kkkkkkkkkkkkk.
    Adorei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Aqui é a Angel do blog Anime Daiki que agora se chama: Angel and her books, resolvi mudar o nome pra combinar mais com o conteudo, então estou vindo através deste e-mail para contar a novidade e pedir para que você parceiro do blog mude o banner para o novo, que se encontra na barra lateral e no perfil do blog!

    Desde já agradeço muito sua atenção, e desejo um ótimo final de semana a você!

    Beijos
    @Angel Killer_
    BLOG: Angel And Her Books (antigo Anime Daiki)
    http://angelandherbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images