Resenha: Beastly (A Fera) - Alex Flinn

00:30

Sinopse
Eu sou uma fera.
A fera. Não é bem lobo ou urso, gorila ou um cão, mas uma nova criatura horrível que anda na vertical, uma criatura com presas e garras e pêlo saltando por todos os poros. Eu sou um monstro.
Você acha que eu estou falando de contos de fadas? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. A hora é agora. Não é nenhuma deformidade, nenhuma doença. E eu vou ficar assim para sempre arruinado, a menos que eu possa quebrar o feitiço.
Sim, a magia, a bruxa da minha aula de Inglês jogou em mim. Por que ela me transformou em um monstro que se esconde por dia e anda pela noite? Eu vou te dizer. Eu vou te dizer como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara, com dinheiro, parece perfeito, e uma vida perfeita. E então, eu vou te dizer como eu me tornei perfeitamente … bestial.
"Não. Eu não vi uma besta." Eu peguei o microfone da repórter, autoritário,
como meu pai seria. "Mas se há um besta, talvez ele é apenas um cara comum
com alguma condição de pele ou alguma coisa. Talvez ele apenas precisa de
algum entendimento. Talvez a gente julga as pessoas demais pela aparência
deles porque é mais fácil do que ver o que é realmente importante."
◘◘◘
Beastly é um daqueles livros clichê, mas que no fim te cativa, e lhe ensina alguma coisa boa.
Na versão moderna de A Bela e Fera, Kyle Kingsbury é um garoto rico, irritante, patético, incompreensível, insuportável..., o garoto que todas as garotas desejam para si. Em sua vida de príncipe, Kyle não mede esforços quando o assunto se trata em humilhar pessoas, não só pela falta de dinheiro, mas principalmente pela “feiúra” delas – na verdade Kyle se acha o deus-grego. De repente a vida de Kyle toma um novo rumo quando ele decide brincar com a aluna-nova-feia-gorda-gótica: Kendra. Nesse meio tempo Kendra descobre que Kyle pode ter o rostinho que qualquer garoto desejaria ter, mas por trás daquele corpo perfeito habitava um monstro, uma criatura feia.
Depois de “humilhar” Kendra no baile, Kyle mal desconfia do seu destino, afinal Kendra era uma bruxa pronta para fazer justiça. Ao voltar para casa Kyle se depara com Kendra em sua cama, e é ai que ela “desabafa” e lança um feitiço em Kyle e o transforma em uma besta lhe dando apenas dois anos para que ele encontrasse um amor verdadeiro e o livrasse do feitiço.
Enfim Kyle descobre que o dinheiro não é tudo. Ele já não teria a mesma vida de sempre, é abandonado e desprezado pelo próprio pai e é nesse meio tempo que Kyle vive todos os sofrimentos de suas vitimas, ele era uma besta agora, um monstro enclausurado em uma casa destinado a viver com uma aparência horrenda para sempre, afinal, quem seria capaz de amar uma besta?, uma criatura desprezível na qual ele tinha se tornado.
Kyle decide mudar o seu nome, agora ele era Adrian, um garoto que aprendeu a dar valor a pequenas coisas, cresceu, amadureceu; ele era agora um ser amável, poderia ter uma aparência feia, mas por dentro ele era outro, era um avesso que nem mesmo ele reconhecia.
Onde havia parado aquele ser desprezível?
Até então pouco me importava se teria um romance ou não – embora eu soubesse que sim (risos) -, só que de uma maneira ou de outra você se ver perdido na vida de Kyle(Adrian), eu sentia o sofrimento dele, achava que de repente ele já tinha aprendido a lição e que não precisava mais ter aquela aparência.
Eis que surge na vida de Kyle: Lindy e um novo rumo para essa estória que particularmente adorei, por que em quesito romance esse livro eu achei um dos mais perfeitos, é aquele tipo de narrativa que nos dar o presente de acompanhar a evolução do amor dos personagens, é algo tão mágico, tão meramente elusivo. Okay, o livro não é só amor e sofrimento, têm um pouco de ação que deu uma nova repaginada no clássico da Disney.
Beastly não é só um conto de fadas, mas uma estória de aprendizado, perdas, conquistas e transformações; é um livro que te mostra que para o amor não exige crédulo, cor, dinheiro... nenhuma diferença e que no fim tudo o que importa de verdade é a beleza que cada um carrega dentro de si.
O livro ainda não foi lançado aqui no Brasil, mas sabemos pelos rumores que Beastly ( A Fera ) será lançado pela editora Galera Record.
Sabe, eu sei que conheço a estória – quem nunca assistiu A Bela e a Fera atire a primeira pedra -, mas eu fiquei pensando, se fosse real amaríamos uma besta? Uma coisa grotesca? Hum..., não sei, só sei que aceitaria esses dois anos de sofrimento se eu tivesse a plena convicção de que a Vanessa Hudgens fosse a minha alma gêmea (risos).
◘◘◘
Para quem ainda não sabe, o livro best-seller nos EUA ganhou adaptação para o cinema, e será laçado no Brasil em setembro.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Nossa! Parece bom mesmo. Quero ler! E ver o filme tbm.

    ResponderExcluir
  2. Er sim, tem de ler... acho que todo mundo deveria ler, ele tem uma narrativa super leve, vale a pena!

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images